Tomar café pode retardar os sintomas do Alzheimer

Siga o TUDO SOBRE CONTROLE NEURAL no facebookno instagram e no twitter

 

Por Laiali Chaar

18275179_688362324703358_2903342802024051698_n

Fonte da imagem: Cristais de cafeína no microscópio Annie Cavanagh e David McCarthy. Prêmio Welcome Images 2012.

Atendendo a pedidos dos cafélovers ☕️🙋🏻>>> O que o café faz no nosso cérebro? 🙇🏻‍♀️🙇🏻 Se você bebeu umas cinco xícaras de café hoje antes do meio-dia só para ficar acordado, talvez queira ler isso.

O café é uma das bebidas mais consumidas do mundo.
Nossas células produzem uma molécula chamada adenosina. Esta molécula é uma das culpadas por sentirmos cansaço. Quando você toma café a cafeína chega ao seu cérebro. E a estrutura da cafeína é muito parecida com a da adenosina. Então a cafeína ocupa o lugar dos receptores da adenosina. Resultado a cafeína bloqueia a adenosina. E você fica acordadão. O problema é que o corpo em resposta produz mais receptores de adenosina.

Por isso, quanto mais café você toma, mais café você precisa para sentir o efeito. Esse processo pode causar dependência e sintomas de abstinência: fadiga, irritabilidade e dores de cabeça se você tentar reduzir o consumo.Café pode então ser viciante. E é por isso que os monges do Tibet não tomam café.

Um estudo português, descobriu que o consumo de café pode retardar os sintomas do Alzheimer. Outras pesquisas já provaram que beber café também diminui os riscos de doenças como depressão em mulheres diabetes tipo 2, Parkinson e melhora a memória de adultos.

Adultos entre 18 e 21 anos tem mais benefícios tomando uma xícara às 9h30 da manhã e os mais velhos às 14h.

O corpo humano produz um hormônio chamado cortisol, que promove a sensação de estar acordado. O cortisol é liberado de acordo com o horário do dia e atinge seu nível máximo quando acordamos. Então, tomar café logo após acordar é um desperdício de cafeína. O ideal é esperar algum tempo. Se você se levanta às 8h, tome café a partir das 9h30. No período da tarde, o ideal é tomar uma xícara entre 13h30 e 17h, quando o cortisol diminui.

Um estudo da Science mostrou que abelhas 🐝🐝também amam café porque a cafeína lembra o aroma de algumas flores 🌺 . E a cafeína também pode melhorar a memória delas. Então, se você não tiver nenhuma contraindicação e já que não somos monges, vamos beber café ☕️.

Para saber mais:

Maia L, de Mendonça A. Does caffeine intake protect from Alzheimer’s disease? Eur J Neurol. v. 9(4), p. 377-82, 2002

Huxley R, Lee CM, Barzi F, Timmermeister L, Czernichow S, Perkovic V, Grobbee DE, Batty D, Woodward M. Coffee, decaffeinated coffee, and tea consumption in relation to incident type 2 diabetes mellitus: a systematic review with meta-analysis.  Arch Intern Med. v. 14;169(22):2053-63, 2009.

Ross GW, Abbott RD, Petrovitch H, Morens DM, Grandinetti A, Tung KH, Tanner CM, Masaki KH, Blanchette PL, Curb JD, Popper JS, White LR.Association of coffee and caffeine intake with the risk of Parkinson disease.  JAMA. v. 24-31; p. 283(20):2674-9, 2000.

Lucas M, Mirzaei F, Pan A, Okereke OI, Willett WC, O’Reilly ÉJ, Koenen K, Ascherio A. Coffee, caffeine, and risk of depression among women.Arch Intern Med. v. 26, p.171(17):1571-8, 2011.

Wright GA, Baker DD, Palmer MJ, Stabler D, Mustard JA, Power EF, Borland AM, Stevenson PC. Caffeine in floral nectar enhances a pollinator’s memory of reward. Science. v. 8;339(6124), p. 1202-4, 2013.

Manual de Disordens Mentais (DSM-5). Associação Americana de Psiquiatria, 2013.

Anúncios

A Neurociência das provas

Siga o TUDO SOBRE CONTROLE NEURAL no facebookno instagram e no twitter

 

Por Laiali Chaar

Geissler et al 2013.jpgFonte da Imagem: Geissler et al., 2013, neurônio do hipocampo, principal área do cérebro responsável pela memória.

         O post de hoje é em homenagem aos meus alunos que irão prestar ENADE amanhã. Desejo toda a sorte do mundo para vocês 🍀🍀💚! Vocês são muito especiais para mim!Você tem uma hora sobrando antes da prova do ENADE… O que você faz? Revisa para decorar algo ou tira um cochilo?

       Um estudo apresentado na terça feira no Congresso Mundial de Neurociência em San Diego sugere que tirar um cochilo de uma hora antes da prova é tão eficaz quanto uma revisão. Isso acontece porque o cochilo reativa a memória daquilo que você já estudou. Só tome cuidado para não perder a hora 😊. Um estudo feito na Universidade de Los Angeles com 500 pessoas mostrou que decorar na última hora não é bom porque te deixa estressado.

     Ouvir uma música que você goste 15 minutos antes da prova também melhora seu raciocínio. Isso é conhecido como o “efeito Mozart” ou “efeito Blur” 🎻

      Outra neurodica é caminhar. Uma pesquisa feita na Universidade de Illinois mostrou que caminhar 20 minutos antes da prova aumenta a nota. Isso acontece porque a caminhada aumenta a circulação e a chega de nutrientes nos neurônios nas mesmas áreas do raciocínio lógico.

         Tire um cochilo de uma hora, ouça Mozart e depois caminhe 20 minutos. E o que mais? Não existem receitas do que fazer no dia anterior da prova que servem para todos. Somos muito diferentes, mas algumas dicas são comprovadas pela Neurociência:

– Faça uma boa refeição hoje para se sentir mais feliz. Lasanha, macarronada, rodízio e outros carboidratos são boa opção para hoje, mas não para amanhã porque são pesados e causam sono;

– Fique com seus familiares, amigos e pessoas agradáveis, isso vai te deixar mais feliz e confiante;

– Evite álcool e não tome remédios para dormir. Eles diminuem a concentração e alteram o sono. Você dorme, mas não descansa;

– Dormir bem é fundamental para guardar as memórias. Então, durma em um ambiente silencioso, escuro sem TV ou celular brilhando e pelo tempo suficiente para descansar;

– Pense hoje o que irá fazer se não souber uma questão? Pular? Refletir sobre isso te ajuda a não ser surpreendido e diminui a ansiedade;

– Não tome café, guaraná ou energéticos. Eles te deixarão ansioso e menos concentrado. Se sentir sono amanhã tome banho ou faça uma caminhada; – Antes da prova, mesmo sem fome por causa do nervosismo, coma algo. Nutrientes são importantes para o raciocínio;

– Antes da prova coma alimentos leves com pouca gordura e ricos em proteínas como: ovos, nozes, iogurte, etc;

= Controle as emoções. A ansiedade diminui a memória, concentração e a capacidade de interpretação. Confie no seu taco, pense que se a prova está difícil, está difícil para todos e que irá fazer seu melhor;

– Responda primeiro as questões fáceis;

– Beba bastante água antes e durante a prova. A desidratação afeta a concentração;

– Vocês são guerreiros, passaram por tanta coisa, histórias lindas de vida, venceram tudo e chegaram até aqui. Lembrem hoje de todas as dificuldades que enfrentaram com coragem. Tenho certeza que amanhã no ENADE isso só irá se confirmar mais uma vez. Boa prova! Amo vocês!

Para saber mais:

Geissler M, Gottschling C, Aguado A, Rauch U, Wetzel CH, Hatt H, Faissner A. Primary hippocampal neurons, which lack four crucial extracellular matrix molecules, display abnormalities of synaptic structure and function and severe deficits in perineuronal net formation. J Neurosci, 1;33(18):7742-55, 2013.

Hennies N, Lambon Ralph MA, Kempkes M, Cousins JN, Lewis PA. Sleep Spindle Density Predicts the Effect of Prior Knowledge on Memory Consolidation. J Neurosci., 30;36(13):3799-810, 2016

Hillman CH, Pontifex MB, Raine LB, Castelli DM, Hall EE, Kramer AF.The effect of acute treadmill walking on cognitive control and academic achievement in preadolescent children. Neuroscience, 31;159(3):1044-54, 2009.

Leonid Perlovsky. Cognitive Function of Music and Meaning-Making. Journal of Biomusical Engineering. 2016