Subir montanhas transforma seu cérebro, descobrem estudos

Siga o TUDO SOBRE CONTROLE NEURAL no facebook, no instagram e no twitter

Por Laiali Chaar

subir montanha

Bombaaa da Neurociência 🔥🔥🔥💣💣💣
Neurolover, exercite teu corpo e tua mente 🍃✌🏼

Você já subiu alguma montanha? Eu já e adoro. Bora no feriado! 💚🏔🌳🍃🌱Cada vez que viajo para a natureza me transformo e descubro uma mulher em mim que nem sabia que existia ♥️😍

Para saber mais assista ao vídeo sobre Neurociência da Montanha


➡️ No Brasil temos opções ótimas: Serra da Mantiqueira, as Chapadas dos Veadeiros, Diamantina e dos Guimarães, Serra do Cipó, do Espinhaço, dos Órgãos, Aparados da Serra e Monte Roraima 💚💛🏔

➡️ Nesse estudo neurocientistas analisaram 32 pessoas após quatro dias de imersão na natureza subindo montanhas no Alaska, Colorado e Washington e sem internet 💚🏔🌳🍃🌱📵

Leia também: Cheiro de mato estimula a neuroplasticidade, reduz a pressão arterial e melhora a imunidade, comprova estudo


➡️ Subir montanhas dobrou a criatividade para resolver problemas. E aumentou o desempenho em uma tarefa de resolução de problemas em 50% ♥️🙇🏻🙇🏻‍♀️💪🏼

Mas, o que a natureza faz com nosso cérebro? 🤔💚🌳🍃

Leia também: Nadar em água fria pode curar depressão, descobre novo estudo

Um estudo com 609 pessoas do ano passado descobriu que o contato frequente com a natureza diminui a depressão, ansiedade, estresse e impulsividade 😍 Além de melhorar o bem-estar, o contato com a natureza nos deixa mais saudáveis, diminui a hipertensão e (pasmem!) até o tempo de recuperação após uma cirurgia 💚🌳💚🌳🍃

➡️ Os estímulos naturais são positivos para as emoções

➡️ Além disso, diminuir o uso de tecnologia tem efeitos positivos. Celulares exigem muita atenção, alternar entre várias tarefas, realizar tarefas rápidas e bloqueiam pensamentos que não ajudem nessas atividades, inibindo assim a criatividade 😮☹️💔📵

➡️ A hipótese é que a natureza desacelera e descansa o córtex pré-frontal, centro dos nossos pensamentos. Quando nossos músculos estão cansados descansamos. Por que não descansamos nosso cérebro cansado? ♥️🙇🏻🙇🏻‍♀️

➡️ Suspeito que a natureza age principalmente pela redução do estresse porque 15 minutos de caminhada na floresta diminui 16% o cortisol, o hormônio do estresse 😍♥️🙏🏻🙌🏼

Obrigada pela sugestão desse artigo meus amigos @brunodiasguia @mari_natrilha que sobem montanhas e também são neurolovers ♥️🙇🏻‍♀️🙇🏻💚🏔🌳🍃💪🏼

Para ler o artigo original acesse:

Atchley RA, Strayer DL, Atchley P. Creativity in the wild: improving creative reasoning through immersion in natural settings. PLoS One, v. 7, n.12, 2012.

Repke MA, Berry MS, Conway LG, Metcalf A, Hensen RM, Phelan C. How does nature exposure make people healthier?: Evidence for the role of impulsivity and expanded space perception. PLoS One. v. 22, n.13, 2018.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s