Ouvir Mozart diminui até 90% das convulsões na paralisia cerebral, descobrem novos estudos

Siga o TUDO SOBRE CONTROLE NEURAL no facebook, no instagram e no twitter

Por Laiali Chaar

musica 2

 

Em homenagem ao Dia Mundial da Paralisia Cerebral – 6 de outubro – Bomba da Neurociência 🔥🔥🔥💣💣💣♥️🎶 ⠀

Leia também: A Neurociência das provas

➡️ Indique para quem cuida do seu paciente com paralisia cerebral colocar Mozart Sonata em D major para ele ouvir ♥️🎶🎧 ⠀

Leia também: As dez músicas que mais diminuem a ansiedade

➡️ Os efeitos da música em pacientes neurológicos é uma das minhas linhas de pesquisa como Neurocientista e palestrante ♥️👩🏻‍⚕️👩🏻‍🏫 ⠀

➡️ E esse estudo mostra um dos efeitos mais impressionantes da música no cérebro 💜🙇🏻‍♀️💙🙇🏻

➡️ Duas a cada mil crianças têm paralisia cerebral. A paralisia cerebral causa crises epiléticas e convulsões frequentes que matam mais neurônios e pioram a condição, dependência e o movimento da pessoa 👼🏼💔 ⠀

Leia também: A música melhora o rendimento de atletas

➡️ Paralisia cerebral é um grupo de lesões encefálicas que acontecem na gravidez ou até 3 e podem causar alterações do movimento e cognitivas. Os sintomas mais frequentes incluem atraso no desenvolvimento, menor coordenação motora, rigidez muscular, fraqueza muscular e movimentos involuntários como tremores 💙♿️ ⠀

➡️ Foram incluídas no estudo pessoas com paralisia cerebral com 1 até 21 anos que tomavam medicamentos antiepilépticos para as convulsões mas que não faziam efeito ♥️👼🏼 ⠀

➡️ Todas tinham perda cognitiva grave e ouviram música 2h por dia de Mozart Sonata em D major durante 15 dias ♥️🎶🎹🎻🎧 ⠀

➡️ Houve pacientes que diminuíram as crises de 50 até 90%. Todos tiveram melhora da qualidade do sono a noite e atividade durante o dia. ⠀


➡️ Outra música colocada para o grupo controle não causou o mesmo efeito. ⠀

🔎📚 Para ler os artigos originais acesse:

Coppola G, Operto FF, Caprio F, Ferraioli G, Pisano S, Viggiano A, Verrotti A. Mozart’s music in children with drug-refractory epileptic encephalopathies: Comparison of two protocols. Epilepsy Behav. v. 78, p. 100-103, 2018.

Coppola G, Toro A, Operto FF, Ferrarioli G, Pisano S, Viggiano A, Verrotti Mozart’s music in children with drug-refractory epileptic encephalopathies. Epilepsy Behav., v. 50, p. 18-22, 2015.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s