Sem categoria

Ter um cachorro evita novo AVC e infarto, descobrem estudos

Siga o TUDO SOBRE CONTROLE NEURAL no instagram, facebook e twitter

Por Laiali Chaar

cao

Bomba da Neurociência 🔥💣 Hoje é Dia Mundial do AVC. Se nosso estilo de vida não mudar 1 a cada 4 de nós terá um AVC. Vamos ajudar a prevenir?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Você tem um cachorrinho? Passeie com ele. Já indicou para seu paciente ter um? ♥️🐶.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Alguém que já teve um AVC ou infarto tem 23% de chance de ter novamente no mesmo ano e piorar sua mobilidade ou mesmo falecer 😞💔 Mas a boa notícia é que isso pode ser prevenido de diversas maneiras 🙂🙌🏼. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
#petterapia é o tratamento com animais que tem sido utilizada em clínicas e hospitais. Seus efeitos benéficos são comprovados pela Neurociência em diversas doenças neurológicas e psiquiátricas ♥️🐶.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Se você é profissional da saúde pode fazer um curso sobre isso. É meu sonho fazer um dia ♥️🐶.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Ter um cachorro diminui 31% a chance de uma pessoa que teve AVC ter novamente.
E 65% a chance de alguém que ter infarto ter novamente 🥰🐶🥰.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
➡️ Esse estudo foi feito por neurocientistas suecos da Associação Americana do Coração (AHA) através de meta análise, ou seja, um estudo de alta qualidade.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
➡️ Foram estudados 182000 pacientes de 40 a 85 anos que tiveram um AVC isquêmico ou infarto por 12 anos que moravam sozinhos.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
➡️ Estudos prévios demonstraram que isso acontece pela diminuição do isolamento social e da depressão. O cachorro é companheiro e ao passear com ele conversamos com muitas pessoas. Além disso aumentamos nossa atividade física quando brincamos com ele, diminuindo a nossa pressão arterial ♥️🐶♥️🐶.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
➡️ E pode também ser por diminuição do estresse ♥️🥰🐶.

➡️ Existem fatores bem conhecidos que causam o AVC e que podem ser prevenidos: estresse, uso de anticoncepcionais (mulheres consultem um ginecologista e pensem em
outros métodos), hipertensão arterial, tabagismo, obesidade, álcool e drogas (cocaina, crack e corticóides), diabetes, sedentarismo, doenças cardíacas. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
E agora podemos acrescentar na lista não ter um cachorrinho como fator de risco ♥️🙇🏻‍♀️🙇🏻‍♂️.

Ter um gato também reduz o risco de outro AVC.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🔍📚 Para ler os estudos originais:

Mubanga M, Byberg L, Egenvall A, Sundström J, Magnusson PKE, Ingelsson E, Fall T. Dog ownership and cardiovascular risk factors: a nationwide prospective register-based cohort study. BMJ Open. v. 7, n. 3, 2019.

Qureshi AI, Memon MZ, Vazquez G, Suri MF. Cat ownership and the Risk of Fatal Cardiovascular Diseases. Results from the Second National Health and Nutrition Examination Study Mortality Follow-up Study. J Vasc Interv Neurol. v. 2, n. 1, p. 132-5, 2009.

 

Categorias:Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s