Amamentar pode proteger a mãe de AVC, mostra novo estudo

Siga o TUDO SOBRE CONTROLE NEURAL no facebook, no instagram e no twitter

Por Laiali Chaar

 

amamentacao-by-communitytable-parade-com

thumbs.jpg

 

Bomba da Neurociência ♥️♥️♥️🔥🔥🔥💣a mais fofa que você verá hoje ⠀
O que mata mais pessoas neurolover? Assalto ou AVC? 🤔

As doenças cardiovasculares como infarto do miocárdio e AVC são a principal causa de morte no Brasil e no mundo 😔😵 E elas podem ser prevenidas 💔

Leia também: Leite materno estimula o desenvolvimento cerebral de bebês prematuros

 Já existem diversas pesquisas de Neurociência mostrando benefícios da amamentação para os filhos: maior vínculo afetivo com a mãe, desenvolvimento cerebral, benefícios nutricionais e imunológicos ♥️👼🏼

 Mas, também existem vantagens para o cérebro das mães 💜🤰🏻

 Esse artigo publicado semana passada mostra a importância de preparar e acolher as gestantes para amamentar durante a gravidez 💜🤰🏻

 Ele foi feito por neurocientistas ingleses, chineses e australianos ♥️👩🏻‍🏫👨🏽‍🏫

 Com 300000 mulheres de 30 a 79 anos durante 5 anos e mostrou que após a menopausa as mulheres que amamentaram pelo menos um filho tem 18% menor risco de infarto do miocárdio e de 23% a 50% menor risco de AVC dependendo da genética da mãe

 Esse efeito é maior em quem amamentou mais de seis meses ♥️🙌🏼

 Outros estudos mostraram que amamentar diminui o risco de câncer no ovário, de mama e diabetes tipo 2 na mãe 🤰🏻💜👼🏼

 Amamentar é um dos fatores que tem relação com menor risco de AVC. Há outros como exercício físico, alimentação saudável, não fumar, tratar hipertensão arterial, colesterol e diabetes ♥️

 

Para ler os artigos originais acesse:

Peters SAE, Yang L, Guo Y, Chen Y, Bian Z, Du J, Yang J, Li S7, Li L, Woodward M, Chen Z. Breastfeeding and the Risk of Maternal Cardiovascular Disease: A Prospective Study of 300 000 Chinese Women. J Am Heart Assoc. v. 21, p. 6, 2017.

Weaver JM, Schofield TJ, Papp LM. Breastfeeding duration predicts greater maternal sensitivity over the next decade. Dev Psychol, v.54, n. 2, p. 220-227, 2018

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s