Descoberto composto que diminui lesão medular e melhora o movimento, revela novo estudo

Siga o TUDO SOBRE CONTROLE no facebookno instagram e no twitter

Por Laiali Chaar

 

Bomba da Neurociência 🔥🔥🔥💣💣.

         Essa vai especialmente para meus alunos futuros fisioterapeutas neurolovers que terão aula de lesão medular essa semana ❤️❤️❤️ >>>>Após uma lesão medular uma segunda morte de neurônios é causada por inflamação, liberação de citocinas e cicatrização que dificultam o sistema nervoso de se regenerar ☠️☠️😔

Até hoje não existia nenhum tratamento efetivo para diminuir essa lesão medular secundária: já foram tentadas injeções de células troncos e outras muitas substâncias 😔😥. A Fisioterapia melhora o movimento dessas pessoas por estimular a maior ativação dos neurônios que sobreviveram, é a amada neuroplasticidade 💪🏼💚🐍

Mas, agora pode ser que tudo mudou 😍😍😍. Neurocientistas americanos injetaram poucas horas após o trauma na medula nanopartículas de acido poli-láctico-co glicólico 💉🚑❤️🏥 Ele diminui essa inflamação e cicatrização indesejada e os camundongos que receberam a injeção de movimentaram melhor os membros inferiores do que aqueles que não receberam 💪🏼💪🏼💪🏼🎉🎉🎉😍😍😍

Porém, esse composto não regenerou a lesão medular original que acontece momento do acidente🙁. Mas, isso já é um grande avanço porque melhorou o movimento 😍😍😍

Pode ser que o composto diminua a lesão medular se injetado no pronto socorro ou na ambulância logo após o acidente 💉🚑❤️🏥

Testes com humanos já foram iniciados. Vamos torcer para que funcionem e melhorem a vida de muitas pessoas 🙏🏻💙🙌🏼💙

Para saber mais:

Jeong SJ, Cooper JG, Ifergan I, McGuire TL, Xu D, Hunter Z, Sharma S, McCarthy D, Miller SD, Kessler JA. Intravenous immune-modifying nanoparticles as a therapy for spinal cord injury in mice. Neurobiol Dis., v.108, p. 73-82, 2017.

 

Anúncios

Teste de força manual só detecta fraqueza maior que 40%, descobre novo estudo

Siga o TUDO SOBRE CONTROLE no facebookno instagram e no twitter

Por Laiali Chaar

testes de força manual

 

😱😱😱😵😵😵😳 Bombaaa da Neurociência na Fisioterapia 🔥🔥🔥💣💣💣 A Fisioterapia Baseada em evidências é assim. Revemos nossos tratamentos baseado nas novas descobertas
__________________________________________
Isso não significa para ser radicais e nunca mais fazer testes de força manual. O importante é entender as limitações e ter cuidado ao usá-los para diagnóstico. Porque se não houver diferença no teste não significa com toda certeza que o paciente não perdeu força. Um aparelho chamado dinamômetro pode ser utilizado por nós para dar mais certeza.
__________________________________________
Todxs xs fisioterapeutas do mundo 🌎🌍🌏 aprendemos e utilizamos a testes de força manual. Neles, o paciente empurra nossa mão e sentimos se há diferença entre o lado direito e esquerdo. Em um paciente com AVC por exemplo.
Uma diferença de força muscular pode mostrar lesões e causar dores e perda de movimentos do dia a dia como pentear o cabelo ou carregar uma sacola.
Mas parece que não é bem assim que funcionam esses testes 💔
__________________________________________
Um novo estudo publicado por fisioterapeutas neurocientistas japoneses 🇯🇵 fez o teste de força manual com dinamômetro no ombro de 53 pacientes. Eles descobriram que só percebemos com nossas mãos uma diferença de força quando a fraqueza é maior que 40%. Se o paciente perde 35% da sua força não sentimos a diferença. E 35% de perda de força é muita coisa.
Então, continue lendo e se atualizando para sempre avaliar e tratar seu paciente com cuidado. Até a próxima domingo que vem, neurolovers ❤ Sempre consulte um fisioterapeuta.

 

Carinho diminui progressão da doença de Alzheimer, mostra estudo

Siga o TUDO SOBRE CONTROLE no facebookno instagram e no twitter

Por Laiali Chaar

Alzheimer

    Neurofofo 💖💖💖 Neurocientistas da Universidade de Utah 👩🏻‍⚕️👨🏽‍⚕️💀 descobriram que indivíduos com Alzheimer que são cuidados por pessoas bem próximas como seus cônjuges tem piora dos sintomas mais lenta. Os sintomas clássicos da doença são amnésia, mudança de comportamento e diminuição dos movimentos. Então, se você tem uma mãe, um pai, uma vovó ou um vovô com Alzheimer dê um beijo e um abraço de urso nelx 🐻😍❤️✌🏼 Fisioterapeutas, vamos explicar isso para os cuidadores dos nossos pacientes.

     Os benefícios desse tipo de cuidado aumentam quando o casal é mais próximo, pois isso causa uma maior interação emocional entre eles e é um maior estímulo para o cérebro de quem possui Alzheimer.  A pesquisa foi feita com quase 200 pessoas com Alzheimer.

Mais um estudo neurolovers mostrando que a razão não pode ser separada da emoção ❤️💀 nem o corpo físico da mente 🙇🏻🙇🏻‍♀️

 

Para saber mais: 

Norton MC, Piercy KW, Rabins PV, Green RC, Breitner JC, Ostbye T, Corcoran C, Welsh-Bohmer KA, Lyketsos CG, Tschanz JT. Caregiver-recipient closeness and symptom progression in Alzheimer disease. The CacheCounty Dementia Progression Study. J Gerontol B Psychol Sci Soc Sci. v. 64(5), p. 560-8, 2009

Rattinger GB, Fauth EB, Behrens S, Sanders C, Schwartz S, Norton MC, Corcoran C, Mullins CD, Lyketsos CG, Tschanz JT. Closer caregiver and care-recipient relationships predict lower informal costs of dementia care: The Cache County Dementia Progression Study. Alzheimers Dement., v.12(8), p. 917-24, 2016.