Fortalecimento muscular desacelera progressão da Esclerose Múltipla mais que medicamentos, mostra novo estudo

Siga o TUDO SOBRE CONTROLE no facebookno instagram e no twitter

Por Laiali Chaar

Esclerose Múltipla

        Bomba da Neurociência 💣💣💣🔥🔥🔥>>> O fortalecimento muscular 2 x por semana por seis meses pode diminuir a progressão da Esclerose Múltipla mais que medicamentos, mostra novo estudo 😱😱😱 Isso é surpreendente porque por muito tempo acreditou-se que fortalecer um músculo em doenças neurológicas era prejudicial porque acelerava as doenças neurológicas. De uns tempos para cá a Neurociência da Fisioterapia tem mostrando que isso depende da doença.
Então, não vamos generalizar neurolovers amados. Já dizia o poeta: “cada caso é um caso.” É surpreendente também porque o fortalecimento muscular conseguiu diminuir a destruição das ramificações dos neurônios feita pelo sistema imunológico dos pacientes com essa doença. É como se a musculação protegesse o sistema nervoso 💪🏼❤️ Já se sabia que a atividade física melhora a sensação de fadiga desses pacientes e diminuição dos movimentos como andar. Esse novo estudo descobriu que além disso a musculação diminui progressão da doença como se protegesse o sistema nervoso.
O estudo mostrou que o treinamento da resistência tem um número de efeitos positivos no cérebro, que vão além do que pode ser conseguido com medicamentos.  Esse estudo feito na Dinamarca foi publicado semana passada.

Para ler o artigo acesse: 

Tue Kjølhede, Susanne Siemonsen, Damian Wenzel, Jan-Patrick Stellmann, Steffen Ringgaard, Bodil Ginnerup Pedersen, Egon Stenager, Thor Petersen, Kristian Vissing, Christoph Heesen, Ulrik Dalgas. Can resistance training impact MRI outcomes in relapsing-remitting multiple sclerosis? Multiple Sclerosis Journal, 2017.

Anúncios

Uma consideração sobre “Fortalecimento muscular desacelera progressão da Esclerose Múltipla mais que medicamentos, mostra novo estudo”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s